Este blog foi criado com o intuito de servir de alerta para as questões de Higiene e Segurança no trabalho, por vezes de forma mais séria e informativa, outras vezes, recorrendo ao humor.


Wednesday, March 31, 2010

ACT aperta controlo nas obras

A falta de condições que minimizem o risco de queda em altura foi a principal infracção que a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) encontrou no âmbito de uma mega inspecção de âmbito nacional ao sector de construção civil. Em 42 casos, houve mesmo lugar à suspensão dos trabalhos nas obras vistoriadas.

A intervenção da ACT, que envolveu 118 inspectores do trabalho, decorreu em 244 estaleiros, onde laboravam 549 empresas que tinham ao seu serviço mais de 2000 trabalhadores.

Entre as principais irregularidades detectadas nos locais de trabalho, salientam-se as relacionadas com questões de segurança e saúde no trabalho, nomeadamente riscos de quedas de altura (332), riscos de quedas de objectos (36), riscos eléctricos (45) e riscos derivados de falta de sinalização nas vias de circulação (53), além de falta de exames médicos obrigatórios aos trabalhadores (12).

Os inspectores do trabalho aplicaram diversos procedimentos sancionatórios em face das situações encontradas, com destaque para 59 autos de notícia e 40 suspensões dos trabalhos por iminência ou risco elevado de quedas de altura, além de duas suspensões dos trabalhos por incorrecta utilização dos equipamentos de trabalho.

Foram também levantados nove autos de notícia por falta de exames médicos.

Relativamente aos restantes procedimentos adoptados, são ainda de salientar notificações para tomada de medidas por motivos relacionados com o risco quedas de altura (289), por riscos eléctricos (45) e por quedas de objectos (29).

Os dados da ACT mostram que em 2009 morreram vítimas de acidentes de trabalho 115 pessoas, contra os 120 registados em 2008, o que se traduz numa diminuição de 4%. No último ano, morreram 56 trabalhadores da construção, contra os 59 de 2008.



Fonte: Autoridade do Trabalho aperta controlo nas obras - JN

Sunday, March 28, 2010

Lesões musculo-esqueléticas no escritório - prevenção

Em profissões que implicam estar sentado em frente ao computador por longos períodos de tempo, é importante a realização de pequenas pausas e exercícios de relaxamento muscular. Desta forma, previnem-se as lesões músculo-esqueléticas, aumentando a qualidade de vida e o rendimento no trabalho.



Thursday, March 18, 2010

Safety @ Work Creative Awards

Jointly organised by the Workplace Safety and Health (WSH) Council and Singapore Technologies Engineering Ltd (ST Engineering) in collaboration with Ministry of Manpower (MOM), the Safety@Work Creative Awards showcases local students’ creative talents in advocating the importance of safety at the workplace.
This years competition already closed on the 15th of March.

Here you can watch some movies that participated in previous editions of the contest.


















You can also visit the website.

Monday, March 15, 2010

Falta Higiene e Segurança nas creches do Porto


Um estudo da Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto publicado na revista "Early Childhood Research Quartely" revela que 61% das creches do Porto têm falhas ao nível das condições de higiene e de segurança.

Existem materiais perigosos ao alcance das crianças, como alfinetes ou pionés, arestas agressivas, tomadas eléctricas sem protecção, radiadores ou aquecedores não protegidos, ou colchões da mesa de muda de fraldas sem segurança.

As limitações mais importantes relacionam-se com os cuidados de saúde e procedimentos de higiene a ter com crianças entre um e os três anos.

Havia falhas importantes na lavagem das mãos antes das refeições e depois da muda de fraldas ou das idas à casa de banho, na limpeza do nariz das crianças, na lavagem dos brinquedos e outros materiais.

Já estudos realizados na União Europeia descrevem que creches de países como Holanda, Grécia, Alemanha ou Reino Unido registam mais qualidade do as existentes em Portugal.

Artigo completo: Faltam higiene e segurança a 61% das creches do Porto - JN

Thursday, March 11, 2010

Risco de Incêndio a abastecer o veículo

A ideia de colocar aqui este vídeo surgiu após a formação de ontem, no módulo de organização da emergência, em que o formador o comentou. Tomem nota para para não vos acontecer:


video

Este fenómeno ocorreu devido à elevada quantidade de gases existentes no depósito quando este se encontrava vazio de combustível (o que indica que está cheio de gases) conjugado com energia de activação: a electricidade estática provocada pelo passar das mãos na camisola de lã e o contacto com a parte metálica da mangueira de abastecimento.

Não se esqueçam, é mais perigoso um depósito vazio do que cheio!

Tuesday, March 9, 2010

Segurança na estrada

É do senso comum que em questões de segurança rodoviária o cinto faz toda a diferença entre a vida e a morte em caso de acidente.
Mostro-vos aqui um vídeo sobre a importância do uso do cinto de segurança, que já foi visto por mais de dois milhões e meio de pessoas no Youtube.
O vídeo foi criado por uma equipa de criativos britânicos, que de uma forma serena e fantástica, abordam este tema.

Friday, March 5, 2010

Trabalho com empilhadoras

A respeito do trabalho com empilhadoras deixo-vos este vídeo...



Se quiserem informação sobre os riscos e medidas preventivas a tomar em relação a empilhadoras consultem esta página.

Wednesday, March 3, 2010

E se eu for despedido?



Marcus Chicot, economista, psicólogo clínico e do trabalho lançou o livro "E se eu for despedido?".


Deixo-vos uma boa forma de lidar com o desemprego: humor









Fiscalizações ACT 2009


As empresas fiscalizadas pela ACT, no ano passado, deviam 15,4 milhões de euros, entre salários e subsídios em atraso, a mais de 12 mil trabalhadores.

A este valor acresce a dívida à Segurança Social, de 4,3 milhões de euros, 1,6 milhões dos quais já saldados. A construção civil e as artes gráficas foram os maiores devedores.

A ACT também detectou 5631 trabalhadores em situação irregular, com contrato a prazo ou temporário mas que desempenham funções permanentes e que deviam estar nos quadros da empresa; falsos recibos verdes ou, ainda, pessoas que trabalham "por baixo da mesa".

O incumprimento do tempo de trabalho continua a ser o maior problema laboral detectado pela ACT. Em causa estão jornadas de trabalho mais longas do que as permitidas por lei.

Os fechos ilegais de empresas foram quase metade dos 113 crimes detectados nas mais de 80 mil visitas feitas pela Autoridade das Condições no Trabalho, no ano passado. Além disso, foram encontrados casos de "lock out", em que os donos da empresa a fecham portas temporariamente, mas sem cumprir as obrigações legais, e de retenção ilegal de salários, entre outros.

A ACT passou ainda mais de 500 contra-ordenações nas inspecções feitas as empresas consideradas em crise e mais de metade disse respeito a erros cometidos durante a comunicação de despedimento ou o processo de extinção de posto de trabalho.

Adaptado de:
Empresas devem 1259€ a cada trabalhador - JN-03/03/2010

Monday, March 1, 2010

História da Segurança no Trabalho

Estava a navegar na web quando encontrei este vídeo interessante que nos leva a perceber os primeiros passos da segurança no trabalho e toda a evolução neste campo até aos dias de hoje.